sábado, 3 de dezembro de 2011

E..quando te oiço meu amor...é como se estivesses a segredar-me ao ouvido todos os teus sentimentos por mim...e quando te falo...meu amor...é como se estivesse em ti....inteira..com toda a minha sensibilidade...a tua voz envolve-me..aquece-me...dá-me forças..(Cris Anvago)