sábado, 28 de julho de 2012

O teu cabelo..suave..
o teu pescoço..cheiro...teu..
o teu ventre..desejo meu...
o teu suspiro..vibra no meu...
as tuas coxas..enlaçadas nas minhas..
os teus pés..misturados com os meus..
os meus braços...tuas costas minhas..
o teu beijo..linguas nossas...
a tua alma..voa com a minha..
a minha imaginação...dança louca no teu corpo...
...
a minha verdade..dentro de ti...
o teu sorriso...meus olhos brilhantes..
o teu grito fundo...corpo que estremece...
a tua tranquilidade..conquistei o teu mundo...
(Cris Anvago)
Quando o meu corpo..
desliza em ti...
quando os nossos beijos são intensos...
e as nossas linguas tremem de prazer...
os nossos joelhos estremecem...
quando sabes a frutos silvestres...
deito-me na nuvem macia do teu corpo...
és o meu céu azul...
voamos..corpos entrelaçados..até ao infinito...
onde enlouquecemos...de desejo...
...
mergulhamos os nossos corpos em paixão...
e no infinito do nosso amor..
ficamos..ofegantes...
estrelas brilhantes somos...
vem comigo...
até ao infinito..de nós...
(Cris Anvago)

domingo, 22 de julho de 2012

O Amor é suave....

sábado, 21 de julho de 2012

TOCO NO TEU CORPO....

Os meus lábios..nada são sem os teus beijos...
O meu corpo adormece..se o teu não o beija..
necessito estremecer contigo...
transpirar de paixão...
cheirar o teu corpo...
a minha lingua dançar com a tua..
provar e saborear-te...
mergulhar em ti..sentir-me viva...
És chuva de desejo que me envolve..
acordas todos os meus sentidos...
...
sou meiga..sou selvagem..em ti...
sou liberdade..presa ao teu corpo..
onde me delicio..deslizo..
afagos e desejos...
paixão e loucura...
em nós...amor...
(Cris Anvago)
Se me queres como amiga então tens que saber :Que como amiga sou persistente..
quero saber sempre de ti..
ouvir-te..partilhar as tuas tristezas..
abraçar-te nos momentos difíceis..
rir com as tuas alegrias..
comemorar as tuas vitórias..
preocupo-me sempre contigo...
sou insistente..para saber como estás..
só fico feliz se vejo ou oiço um sorriso teu..
... preocupo-me sempre...
quero cuidar...
ver-te feliz...
partilhar sempre..
não te esquecer nunca...
é um amar para sempre...
amizade para mim..é simples..
dar-te tudo o que posso..para te fazer feliz..
E para mim..dia do amigo..são todos os dias..
porque estás num cantigo do meu coração..
(Cris Anvago)
Gosto...
quando decifras os meus silêncios...
quando saboreias o meu olhar...
quando bebes os meus beijos...
Gosto..
quando estás sempre presente...
sem estares ao meu lado...
Gosto...
do teu ar meigo..dos teus risos...
do teu olhar de felicidade..
...
do teu olhar maroto..
Gosto...
da tua voz...quente e suave..
Gosto..
quando me emocionas com os teus sentires..
Gosto de tanto do que é teu amor...
(Cris Anvago)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Sempre que te penso...o meu corpo vibra...(Cris Anvago)
Toco no teu corpo uma balada de amor...
sinto o teu vibrar...
nos meus dedos...
murmuro ao teu ouvido palavras de desejos teus...
que suavemente quero realizar em ti...
e vou beijando o teu corpo...
numa ondulação suave..e rebelde...
como se estivesse a nadar no oceano...
carícias profundas...sentidas...
provo-te...sabes a mar...
mergulho em ti..meu amor...
(Cris Anvago)
Sonho-te...minha realidade...minhas mãos passeiam na ilha encantada do teu corpo...os meus olhos mergulham no teu mar salgado de emoções...sinto-te...(Cris Anvago)
Foi por acaso...
que o meu olhar se enamorou do teu ?
que o meu sorriso se encontrou com o teu ?
que o meu corpo dançou com o teu ?
que os nossos corpos estremeceram ?
que os nossos sentires se misturaram ?
Nada é por acaso meu amor...
Tudo acontece porque nós queremos..
Tudo é..porque que a felicidade tinha que acontecer...
Tudo é assim...
...
porque as nossas almas já estavam enamoradas...
e nós não sabíamos...
Amar-te..não é por acaso...
Aconteceu..porque os nossos corações já se amavam...
E nós desconhecíamos..
Amar-te..é delicioso..indecifrável..
e..tenho a certeza...
Não é por acaso...
(cris Anvago)

sexta-feira, 13 de julho de 2012

As palavras que escrevo...sinto...existem momentos em que consigo transmitir muito das minhas emoções...as minhas palavras podem não te dizer nada...
mas se sentires o que elas transmitem..sentes tudo...
(Cris Anvago)
E quando a luz ilumina o teu sorriso...
o meu corpo fica iluminado de prazer..
por te ver..sentir...
e o meu olhar fixa o o teu...
vejo-te por dentro...
maravilha que és...
alma linda...
leio-te..
e vibro ao tocar-te..
(Cris Anvago)
A paixão que se sente no corpo..
O amor que se sente no coração...
nunca é demais..

demais são as saudades...
o desejo do beijo não dado..
a carícia que se perde na distância...
o abraço imaginado...
envolvido no lençol de estrelas...
nunca é demais...
corpos que dançam..ao sol..
que mergulham..no mar de desejo..
palavras simples...loucas..
pensamentos á solta..

amar...
nunca é demais...
(Cris Anvago)
Mesmo na distância..
os meus lábios humedecem os teus..
o meu abraço aquece o teu corpo..
as minhas mãos acariciam-te e fazem-te tremer..
a minha voz..arrepia-te...entra em ti...
mesmo distante amor...
sei que me sentes..como eu te sinto...
(Cris Anvago)
Mesmo quando a minha vida era um deserto...
existia sempre um oásis..
que os meus olhos alcançavam..
para onde todo o meu corpo se lançava..
numa correria louca...
(Cris Anvago)
Dizem que a dor não se vê...quem diz isso..não olha nos olhos..não sente..a dor de quem sofre...(Cris Anvago)
Perdi-me no bosque..
tentava escutar a tua voz..
gritei por ti..
perdida na imensidão da vegetação...
os arbustos abraçavam-se a mim...
as enormes árvores riam-se...
altas e esbeltas...
de repente ouvi uma voz : que procuras tu ?
O amor - respondi...
Sai do bosque e procura o Amor dentro de ti..
...
Esquece o nome que gritaste..
o Amor não tem nome..é coração que bate apressado..
corpo que treme..olha para dentro de ti..
corre..o Amor espera-te...
olhaste para o nada...
os teus olhos perderam-se na imensidão do bosque..
O Amor está em Ti..porque esperas?
(Cris Anvago)

domingo, 8 de julho de 2012

Percorri o teu corpo...

E..se as lágrimas teimarem em saltar dos teus olhos...deixa-as rolar livremente pelo teu rosto..desfaz o nó que tens na garganta..alivia um pouco a dor que tens no teu coração...
(Cris Anvago)
O meu corpo aquece o teu...
os meus lábios iluminam o teu sorriso..
a minha língua dança com a tua...
as minhas mãos falam-te em movimentos suaves..
e os meu olhar beija a tua alma...
(Cris Anvago)
Não quero que sejas o meu cobertor..
quero que sejas a minha tela em branco...
para..com a minha lingua...
colorir-te..com a minha paixão...
pintura abstracta dos nossos desejos...
onde te pinto..com os meus dedos...
onde suspiras..de emoção..
(Cris Anvago)
Sempre que te penso..sinto-te..
se te sinto...tremo..
quando tremo..faço-te tremer...
e tremes..quando te acaricio...
toco-te..beijas-me..
e no beijo..as nossas linguas dançam..
e..quando dançam..estremecemos..
de calor...as minhas mãos navegam em ti..
mergulham..descobrem novos recantos..
belos onde te amo..e te canto...
...
estremeço contigo..e gemes..
depois do gemido..o suspiro...
é bom estar em ti..meu amor..
(Cris Anvago)

quinta-feira, 5 de julho de 2012

A música anda de mãos dadas com o amor..
sente-se...vibra-se...
a música acompanha um poema...
uma obra de arte...
a beleza natural que nos cerca...
do muito que compõe a nossa vida...
a música faz parte dos nossos sentires...
existe sempre "aquela música" ...
que nos faz recuar no tempo..
e acelerar o nosso coração..
...
que coloca um sorriso nos lábios..
ou uma lágrima nos rosto...
A música..em nós...
(Cris Anvago)
Quando gosto..não esqueço..
cada gesto..palavra..
quando amo demonstro..
todo o meu corpo fala..
a minha voz afaga...
os meus dedos acariciam..
o meu olhar beija..
quando amo..
demonstro com todo o meu corpo..
abraço com a minha alma...
...
sorrio com o meu coração..
quando amo...
dou-me inteira...
tenho asas...no pensamento..
e nas minhas mãos..
um ramo de rosas vermelhas...
quando amo...
(Cris Anvago)
Silenciosamente vejo-te...
silenciosamente beijo-te...
em silêncio..sinto-te...
ao ouvir a tua voz..
desaparece o silêncio...
o meu corpo murmura...
frases quentes...que saem de mim...
fervo...quando te toco...
os meus mamilos esperam pelos teus lábios...
suaves...
...
pela tua lingua..quente...
o meu corpo ferve..treme...
junto ao teu..com o teu...em sintonia..
quero o teu mel...
quero o sal do teu corpo..
quero ouvir-te...
gemer...murmurar...
que pensas sempre em mim...
que sentes frio..na minha ausência...
que me sentes...
que faço parte de ti..
diz-me amor...
quero ouvir-te...sempre...
(Cris Anvago)
Vejo o mundo com os teus olhos...
delicio-me com a paisagem..
revejo com atenção todos os pormenores..
cores que me inundam...
sensações ilimitadas..brisa fresca...
saboreio o teu sabor..
lábios..lingua..mel...
envolvo-te com o meu toque..
leve...que arrepia a tua pele..
fico em ti...
...
e sinto-me num mundo mágico..
tons..sabores..sentires...
és a minha ilha encantada...
onde só te respiro..sinto..amo..
(Cris Anvago)
Deixa eu afagar a tua alma...beijar a tua alma..tranquilamente...suavemente...desejo-te livre...deixa a tua alma voar...mergulhar nas águas cristalinas...e encontrar..a minha alma...(Cris Anvago)
 
 
Quero-te tanto..que o meu corpo grita por ti...na escuridão da noite..e continua...em plena luz do dia...desejo-te...beijo-te...deslizo em ti..meu amor..como mel...na tua pele salgada...(Cris Anvago)

Corpos unidos....

Percorri o teu corpo...
viagem alucinante...
teu corpo salgado...
minha lingua..pincel..molhado..em ti..
os meus dedos...
passeiam em ti...
descobrem o desejo da tua pele..
apaixonada..beijo-te...
beijo molhado..salgado..doce...
o doce..que nasce de ti...
...
o mel que escorre em ti...
tu..que te soltas...
gemes..balanças...
eu acompanho teu..meu..prazer..
sinto-me em ti...
dentro..fora...
sinto-te estremecer..
adoro amar-te...
vibrar..contigo..
meu amor..
(Cris Anvago)
Quero que a minha voz fique em ti...
que te desperte os sentidos e te envolva...
Que o meu olhar entre em ti e não o esqueças...
quando te olho..profundamente...digo-te tudo...
Quero que sintas a profundidade do meu toque...
Que sintas tremer o teu corpo..de paixão...
Que me sintas em ti..como estás em mim...
Que o esquecimento seja uma palavra esquecida...
Que eu esteja inteira..e viva..em ti...
...
Quero que sintas o meu lado mais belo...
Que aceites os meus defeitos..
será pedir muito amor ??
Tudo o que faço é para ti..por ti...
Sentires..seres feliz..sorrires...
Quero dar-te tudo...
por vezes não me compreendes...
eu sou assim...mistério..paixão...
Preciso-te..como as marés precisam da lua..
amo-te...sem limites..
como uma equação sem resolução para ti...
sou mistério sim...inconstante..
mas sempre disponível para te acarinhar..
estar..compreender..apoiar..
sou assim paixão...
com muitos defeitos...
mas um coração enorme...
e tu sabes...
(Cris Anvago)

domingo, 1 de julho de 2012