quinta-feira, 5 de julho de 2012

Silenciosamente vejo-te...
silenciosamente beijo-te...
em silêncio..sinto-te...
ao ouvir a tua voz..
desaparece o silêncio...
o meu corpo murmura...
frases quentes...que saem de mim...
fervo...quando te toco...
os meus mamilos esperam pelos teus lábios...
suaves...
...
pela tua lingua..quente...
o meu corpo ferve..treme...
junto ao teu..com o teu...em sintonia..
quero o teu mel...
quero o sal do teu corpo..
quero ouvir-te...
gemer...murmurar...
que pensas sempre em mim...
que sentes frio..na minha ausência...
que me sentes...
que faço parte de ti..
diz-me amor...
quero ouvir-te...sempre...
(Cris Anvago)