sábado, 31 de março de 2012


Amo a tua voz...a tua cor...adoro a tua maneira de fazer amor....

DOCE....

És chocolate que derrete
na noite quente..
chocolate..
que derrete..em mim..
de todas as formas..
em quadradinhos..
corações..
coelhinhos..
...
chocolate saboroso..
quando penso em Páscoa..
penso doce...
sinto-te...
és o meu doce..
de todos os dias..
meu amor...
(Cris Anvago)
Naveguei no teu corpo...nadei na tua boca...mergulhei dentro de ti...meu amor...(Cris Anvago
Eu sou sol...abraças-me...derretes toda a tua emoção...em mim...beijo-te..aqueço todo o teu corpo...ferves...o teu corpo...entrelaçado no meu...enlouqueço contigo....meu amor..(Cris Anvago)
Meus lábios..
minha língua...
teu prazer...
teu sentir...
tua respiração..
minha respiração..
meu olhar que sorri...
teu olhar que brilha..
tuas ancas que dançam...
minhas pernas que te enlaçam..
meus braços que te prendem..
teu gemido que se solta..
minha emoção em ti...
tua explosão em mim...
minha alegria..
minha sede...
minha água...
teu calor...
meu fogo...
minha paixão..
(Cris Anvago)
abraço a lua...que me transforma..ás vezes..maré calma..outras..ondas que te envolvem...(Cris Anvago)

quarta-feira, 28 de março de 2012


....Ninguém me viu passar...
...mas vai existir..vai ter que existir..nosso lugar..
O sonho encanta...
a realidade arrepia...
seduz...
e as tuas coxas...
dançam...
nas minhas mãos...
em movimentos suaves...
ritmados...
e eu danço..
na tua melodia...
(Cris Anvago)
Quero entrar em ti...
devagar...
sem pressa...
para que me possas sentir...
profundamente...
ouvir a respiração do teu ventre...
beijar o teu corpo..
que balança...
junto com o meu...
(Cris Anvago)

"Uma canção feita em parceria"
"Eu fiquei triste ela ficou junto"
"Eu sarei logo ela sarou junto"
"E a euforia bateu em cheio na gente"
"Sentiamos ter toda a felicidade do mundo"
"Eu fazia uma poesia..ela lia..declamava"
"qualquer coisa que eu escrevia ela amava"
E..quando quero..que me oiças..com atenção...toco-te..com o meu olhar...(Cris Anvago)
O teu...meu...sentir...viver..amar..o beijo nosso..sabor..húmido..suave...intenso..corpos que dançam..balançam..vibram..desejam...acariciam..amam-se...delicadamente..vontade louca...sonhos acordados...emoções vividas.....explosões..de cores..bebo-te..saboreias-me..abraço-te...ficamos..em nós...(Cris Anvago)
A minha lingua...
pinta os teus lábios...
de prazer...
suave..
distraída..
beija a tua...
desenhamos um quadro...
desejo abstrato de cores intensas...
(Cris Anvago)
A felicidade de um orgasmo intenso com a pessoa que amamos...por vezes faz-nos chorar de alegria...(Cris Anvago)
O teu sorriso..
alegra a minha alma...
o teu beijo...
faz tremer os lugares mais secretos de mim...
(Cris Anvago)
Amo..
quando as nossas vozes..namoram...
em palavras sensuais..silêncios excitantes...
suspiros...prazeres revelados..
através das nossas vozes...enamoradas...
(Cris Anvago)

terça-feira, 27 de março de 2012

Nunca perco tempo contigo..
minha paixão...
porque todos os segundos..
são vividos com amor...
intensos...
ritmados...
como o ponteiro do relógio..
...meu...amor...
...meu...amor...
...meu..amor...
...
e assim é...
o nosso tic..tac...
o ponteiro dos segundos...
que se transforma em horas de prazer...
(Cris Anvago)
As minhas mãos..voam...

aparentemente sem rumo..no teu corpo..

escuto atentamente a tua respiração...

quando te oiço murmurar...gemer..ofegar...

as minhas mãos..encontraram o rumo certo...

e a minha língua...afaga o teu prazer...

...meu prazer...

de te amar...

(Cris Anvago)
Senti o teu corpo tremer...
quando o meu olhar...
mergulhou em ti..
senti o teu corpo vibrar...
quando eu..
já fazia parte de ti...
(Cris Anvago)
Sorri para dentro de mim...
porque lá te encontrei..
a sorrir..
para mim...
(Cris Anvago)
Mergulho..
no céu escuro...
abraço uma estrela..
entre muitas..
que brilham...
mas aquela estrela é especial...
brilha só para mim...
e eu vivo só da sua luz...
o amor derrama em nós...
o cheiro a maresia...
oceano prateado...
que existe abaixo de nós...
e onde..mergulhamos...
e nos extasiamos...
corpos molhados...
brilhantes...
e a lua sorri..
das nossas loucuras...
dos nossos prazeres...
sentidos..intensos...
que explodem..
e viajamos...
de mãos dadas...
como estrelas cadentes...
rumo á felicidade..
que existe em nós...
meu amor de luz...
duas almas iluminadas...
abraçadas...
que vibram de emoção...
que tremem de amor..
(Cris Anvago)

segunda-feira, 26 de março de 2012

domingo, 25 de março de 2012

ÉS OCEANO....

Tu és oceano...
onde eu navego...
lentamente...
entro em ti...
mergulho..inteira...
em ti...
saboreio-te...
sabes a sal...
cheiro-te..maresia..
que entra em mim...
tu és o meu oceano..
que faz parte de mim..
me envolve...
sensações mágicas..
que me fazes sentir...
em ti..existe tudo...
estrelas do mar..que me fascinam...
pérola..que cintila..
entre os meus dedos..
cavalo marinho..que eu afago..
que dança..em mim..
oceano de mim..
onde me envolvo...
nas tuas ondas..
que me que me excitam...
e a minha língua..não quer sair de ti..
quer dançar..percorrer-te..navegar-te...
meu amor..inundas-me..
de prazeres..que não sei explicar...
nem quero...
só sei..que quero..
loucamente...navegar...
em ti...
(Cris Anvago)
Os meus seios...
adoram..
os teus lábios..
os teus beijos deslizantes...
e suaves...
meu amor...
(Cris Anvago)
Nas minhas mãos..
ainda sinto..
a suavidade da tua pele..
nos meus lábios...
ainda ficou o teu sabor...
no meu corpo...
o teu balançar..
o teu cheiro...
misturado com o meu...
o sabor..
delicioso..
do nosso amor...
(Cris Anvago)
Saboreio os teus lábios..
 
como se fossem morangos..
 
doces..
 
suculentos..
 
que escorrem..
 
nos meus...
 
meu amor..
 
o teu sabor é único...
 
(Cris Anvago)
Meu desejo..
               
          ..prazer...
                
                 ...que sopra...

                          ...no meu ouvido...
                                                                              
                                              ..quero-te...
                                         
                                                        ...em delírio...
                                                                                                     
                                                                   (Cris Anvago)

sábado, 24 de março de 2012

Uma mão...
dedos entrelaçados..
noutra mão..
um olhar..o despertar...
um beijo..desejo..
húmido..encanto...
suave..quente...
estou no centro do mundo...
húmido...
desejo..aumenta...
... paixão..enlouquece..
corpos..contorcem-se..
prazeres..descontrolados...
amor..alucinado..
tudo isto amor...é..
saber...viver-te...
(Cris Anvago)
Estou a flutuar...
em ti...suavemente...
distraidamente...já te sinto..
o meu corpo despertou...no teu...
sorriste...
sorri...
beijei-te para te sentir mais...
e entrei em ti...intensamente...
dancei...
fiz música no teu corpo...
...
melodia que ecoava em mim...
os teus suspiros..
saíam dos meus lábios...
eras tu que tremias de prazer?..
éramos nós...
os nossos corpos eram um...
os nossos orgasmos eram muitos...
as nossas respirações cada vez mais rápidas...
mais profundas..
meu amor...
querer-te...sim..
desejar-te..muito...
amar-te...sem tempo...
para ficares no tempo..de mim...
(Cris Anvago)
A primeira vez que te vi...
o meu corpo tremeu...
as palavras não saíram..
mas o meu olhar...
falava..sem parar...
tudo o que sentia...
os meus olhos diziam..
o meu corpo queria o teu..
os meus lábios queriam voar nos teus...
senti que tinha asas...
...
o meu corpo..leve...
levitava..para junto do teu...
calor..amor..paixão...
emoções que choviam em mim..
cada vez que te vejo..
meu amor...
ainda é assim...
(Cris Anvago)

quinta-feira, 22 de março de 2012

O teu nome..
amor...
está escrito em mim..
num sítio secreto..
que só tu sabes...
foste tu que o escreveste...
letra a letra...
com a tua língua..
suavemente...
(Cris Anvago)

quarta-feira, 21 de março de 2012

VESTI-ME DE POESIA...

Vesti-me de poesia...
só para te encantar...
fui soltando palavras em ti..
como beijos..
que floresceram em mim...
Esta noite..
vesti-me de poesia...
só para ti...
...
derramei em ti os meus sentires..
para que fossem também os teus..
segredei-te frases...
e na tua lingua...
passeei com as minhas emoções..
vesti-te...
com a minha poesia...
para que vibrasses...
nos espaços que em ti percorro...
e em gemidos poéticos...
e orgasmos melódicos...
os nossos corpos...
ficaram inundados..
com a nossa poesia de amor...
(Cris Anvago)

terça-feira, 20 de março de 2012

Elton John - Can you feel the love tonight Live (Rare Video)



E o amor que sinto esta noite...
ausente de mim...
com tudo de ti em mim...
o teu sorriso...
o teu olhar..
a tua suavidade...
tudo em mim...
e o amor..feito desejo...eterno..meigo...
e o amor que me envolve esta noite...
de ti ausente...
vibra na minha alma...
é chama no meu coração...
e o amor...que sinto...esta noite..
todas as noites...
o amor por ti..
minha paixão...
vive em mim...
sómente em mim...
feita de sentires...
de emoções...
feita de amor...
e o amor...
            que sinto...
                         esta noite...
                                      é o amor que sinto...
                                                                 sempre em mim...
                                                                                        por ti....
                                                                                                 (Cris Anvago)
Quando existe sol...
és a minha sombra..
que me acompanha...
Quando existe mar...
és a minha onda...
que me afaga...
Quando está frio...
és o meu agasalho...
que me aquece e enlouquece...
Quando chove...
...
fico molhada de ti...
as gotas de chuva que caem...
és tu...em mim...
(Cris Anvago)

Ana Moura-mapa do coração



Vejo a tua alma...no meu espelho...queria ouvir a tua voz..segredar-me que és a minha estrela...que me vais fazer feliz...sou ambiciosa..quero-te só para mim...no mapa do meu coração só existe o caminho para o teu coração...as minhas mãos só conhecem o caminho do teu corpo...dos teus lábios...de ti...meu amor..(Cris Anvago)

Sinto tanto a tua falta...



Trago-te em mim...fui entrando...em ti...senti o teu sabor...fiquei...em ti...e tu..ficaste em mim...(Cris Anvago)

Paulo Gonzo - Sei-te de cor



Sei-te de Cor
Paulo Gonzo


Sei de cor
Cada traço do teu rosto, do teu olhar
Cada sombra da tua voz e cada silêncio,
Cada gesto que tu faças,
Meu amor sei-te de cor
Sei cada capricho teu e o que não dizes
Ou preferes calar, deixa-me adivinhar
Não digas que o louco sou eu
Se for tanto melhor
Amor sei-te de cor
Sei porque becos te escondes,
Sei ao pormenor o teu melhor e o pior
Sei de ti mais do que queria
Numa palavra diria
Sei-te de cor.
Sei cada capricho teu e o que não dizes
Ou preferes calar, deixa-me adivinhar
Não digas que o louco sou eu
Se for tanto melhor
Amor sei-te de cor
Sei de cor cada traço do teu rosto, do teu olhar
Cada sombra da tua voz e cada silêncio,
Cada gesto que tu faças
Meu amor sei-te de cor

Paulo Gonzo - São Gestos [HQ]




Paulo Gonzo-São Gestos

A lua vestiu-se de gala
A rua encheu-se de calma
Para seguir os teus passos
Sempre tao leves e delicados
O mundo pára pra ver
Tens esse poder
São gestos
Tão lestos
Tão ageis assim
Que calam
O resto de mim
Será que preciso
Que tu tambem sentes
As coisas que eu sinto
Desalmadamente
Só falta um gesto
Preciso assim
Que fale em nome do sim
São gestos
Tão lestos
Tão ageis assim
Que calam
O resto de mim
O som dos teus passos
Ecoa no ar
Nao vou jamais
Perder-me de ti
E nem sequer
Mexer-me daqui

segunda-feira, 19 de março de 2012

AMOR ELECTRO - No teu poema (Simone de Oliveira)



No teu poema...
existe tanto de nós...
os espaços em branco...
onde nos amamos livremente...
No teu...Meu poema..
existe um rio...
onde nos banhamos em amor...
No nosso poema..
existe a noite...
onde loucamente nos amamos...
e nos esquecemos do mundo...
No nosso poema..
onde não adormecemos...
onde todos os versos são melodia...
No nosso poema..onde os gritos são de prazer..
de orgasmos alegres e intensos...
onde a noite..se faz quente...
No nosso poema...
onde existe a esperança...
e o nosso verso em branco...
onde nos abraçamos...
no futuro...
(Cris Anvago)
Quando não percebo os teus silêncios...é porque eles estão povoados pelo ruído...dos meus pensamentos...(Cris Anvago)
Tu és mel...
néctar que escorre...
lentamente...
da tua boca...
para os meus lábios...
para a minha língua...
suavemente...
saboreio-te...
todo o teu corpo é suave..
como o mel..que és...
...
passeio a minha lingua por ti...
meu amor..
feito de mel...
da cor do sol..
sabor intenso..
e suave ao mesmo tempo...
bebo-te..
sem pressas...
(Cris Anvago)
Abri uma romã...
saboreei cada polpa..,
vermelha...bela...
a sua tonalidade fascinou-me...
o seu sabor penetrou em mim...
paixão...que me alimenta...
e me cura...
dos males da terra..
que me eleva,,,
...
além de mim..
tu..
és..
a minha romã..
(Cris Anvago)
O meu corpo..vestido de desejo...espera pelo teu olhar...que me veste de paixão...(Cris Anvago)
Acaricio-te..com o meu olhar...vejo-te..com as minhas mãos...beijo-te...com os meus seios...amo-te...com o meu corpo...(Cris Anvago)
Pintei as tuas mãos..
numa tela...
pequena...
para olhar sempre para a sua suavidade...
para sentir sempre a sua ternura...
para imaginá-las a viajarem...
distraidamente...
pelo meu corpo...
pintei as tuas mãos numa tela...
porque são belas...
meu amor..
(Cris Anvago)
Danço no teu corpo...e a minha língua desenha em ti..o meu amor...os meus desejos...(Cris Anvago)
Com o amor...
que sinto por ti...
irás sentir-te livre...
terás asas para voar...
dentro das tuas emoções...
passearás...
livremente...
em mim...
vamo-nos amar...
suavemente...
sem pressas...
sem pressões...
libertaremos os nossos corpos...
que se irão entrelaçar...
livremente...
os suspiros...
sairão...
sem darmos por isso...
porque os nossos beijos...
irão abafá-los...
longos e suaves beijos...
e iremos sentir-nos livres...
e libertaremos...
a nossa paixão...
num grito de liberdade...
digo o teu nome...
meu amor...
(Cris Anvago)
E quando nossos corpos se tocam...
o desejo cresce...
como um íman...
o meu corpo anseia pelo teu...
cola-se no teu...
o meu corpo é teu...
já que o coração te pertence...
desde sempre...
mesmo antes de te conhecer...
batia por ti...
(Cris Anvago)
Os momentos de Felicidade quando surgem deverão ser saboreados lentamente...usando todos os nossos sentidos... para que fiquem bem gravados na nossa memória... devemos agarrá-los e fazer com que sejam inesquecíveis...para que fiquem na nossa pele...no nosso coração...e nos façam sorrir...sempre que nos lembramos deles...(Cris Anvago)
Quando fecho os meus olhos...
é a ti que vejo...
se o sono aparece...
é contigo que sonho...
mas...
mesmo com os olhos abertos...
sonho-te...
vejo-te...
sinto a tua presença...
no vazio do meu quarto...
...
tu entras...
e o teu amor é tão grande...
que preenche todos os espaços...
pousa sobre mim...
e um calor agradável invade-me...
é o teu calor...
é o teu corpo...
que não esqueço...
os teus olhos a brilharem...
e o teu sorriso...
que me faz tão bem amor...
tu estás sempre comigo...
abertos ou fechados...
estás nos meus olhos...
estás em todos os meus sentidos...
ai..amor e como eu te sinto...
porque tu...
estás sempre em mim...
(Cris Anvago)

SECRETO...

Secreto...
é o nosso amor...
mágico...
único...
e em cada momento...
uma nuvem passa...
e revejo-te...
o sol brilha...
como brilham os teus olhos...
e iluminam o meu sorriso...
...
como gosto de te ver sorrir...
o meu coração entrega-se ao teu sorriso...
o meu corpo entrega-se ao teu encanto...
e sou sempre...
aquela música alegre...
que cantas...
quando estás só...
nunca estarás completamente só...
porque em cada pássaro que passa pela tua janela...
sou eu...
a desejar-te que tenhas um dia feliz...
comigo...
meu amor...
(Cris Anvago)
Sou..
o vulcão...
sou a brisa no teu rosto...
o vento forte no teu corpo...
sou o mar...
onde mergulhas...
deliro com o amor que me ofereces...
sou várias...
mas só uma para ti...
perco-me nos meus labirintos...
e nos teus labirintos me encontro...
(Cris Anvago)
· ·
Uma parte de mim...
delira...
outra parte de mim...
delira também...
se uma parte sente...
a outra sente muito mais...
traduzir uma parte...
na outra parte...
é fácil...
se uma é intensa...
a outra também...
(Cris Anvago)
Sempre que passa a ventania...
que ninguém gosta...
nós cavalgamos com ela...
livres...
de asas abertas...
de imaginação fértil...
e deixamo-nos ir...
com o vento...
damos as mãos...
e viajamos...
...
tão longe...
quanto a mossa imaginação alcança...
e beijamo-nos...
com a suave brisa a envolver-nos...
mas o nosso beijo não voa...
fica em nós...
e continuamos...
a viajar...
nas asas do vento...
meu amor...
(Cris Anvago)
Temos todo o tempo para amar...
todas as horas são belas para nos sentir-mos...
para te beijar ...
para me revelar...
para entrar em ti...
o meu corpo chama pelo teu...
o som da tua voz...
melodia mágica...
que vibra dentro de mim amor...
e penso-te...
e sinto-te...
e falas-me do que sentes...
e o teu corpo fala tanto de ti...
e o meu corpo aninhado no teu...
alegres orgasmos em nós...
línguas que bailam...
corpos que dançam...
em gemidos melodiosos..
que explodem de paixão...
em tons agudos e graves..
sinfonia que sai de nós...
meu amor...
(Cris Anvago)
Saboreio o teu corpo...
como se fosse um poema..
onde...
bebo cada palavra..
viajo em cada silêncio...
alegro-me em cada exclamação..
o teu corpo É um poema..
belo..sensual...
tatuado de palavras de amor..
que só eu consigo ler..
...
beijo cada uma delas..
delicio-me..em cada pausa..
e..vou lendo..calmamente...
e sinto-te...loucamente...
és o meu poema...
meu amor...
(Cris Anvago)

domingo, 18 de março de 2012

MARIA BETHANIA e JEANNE MOREAU " POEMA DOS OLHOS DA AMADA "



E nos teus olhos...
também naufragam os meus...
como caravelas sem destino...
com as suas velas içadas...
olhos postos no céu...
teus olhos são tempestade..
onde se perdem os meus...
(Cris Anvago)

sábado, 10 de março de 2012

Donna Maria - Quase Perfeito



Sabe bem...beber-te...sentir-me nua..em ti..o teu corpo navegar...em mim...(Cris Anvago)

AMAR-TE..SEMPRE...

Quero amar-te...sempre...
Mesmo que não seja lua cheia..
mesmo que o sol se esconda...
Quando os nossos corpos se unem amor...
tudo de belo existe..
o sol nasce em ti...
a lua cheia toma conta de mim...
amo-te loucamente..
como se fosse a primeira vez..
viajo pelo teu corpo..
...
como se não o conhecesse..
a minha língua navega em ti..
os meus dedos dançam em ti..
momentos mágicos..
vividos por nós...
(Cris Anvago)

A MINHA VOZ...

Sei que gostas da minha voz...
meio rouca..
meiga...
que te aquece...
quando te falo ao ouvido...
sei que amas..
que adoras...
e eu adoro segredar-te...
que te amo..
que te quero..
...
um mar de emoções...
de sensações...
és tu que dizes amor..
e eu adoro...
falar para ti..de ti...
da tua beleza..
da tua sensualidade..
como eu adoro amar-te..
sentir-te em mim..
vibrar em ti..
namoras a minha voz..
namoro o teu corpo...
(Cris Anvago)

TUA VOZ....

Amo a tua voz...
que me encanta...
que me excita...
voz com calor...
voz meiga..
sensual...
que agita os meus sentidos...
ai..amor...a tua voz...
melodia de amor...
para mim...
(Cris Anvago)
Quero inundar o teu corpo...
de carícias..
sentir-te tremer de prazer..
vibrar contigo..
em orgasmos coloridos...
(Cris Anvago)

AMAR-TE...

Os sentimentos surgem...
inesperadamente...
apanham-nos desprevenidas...
tomam conta de nós...
invadem-nos...
suaves...
e que maravilhoso é sentir...
a paixão...
o desejo...
os teus beijos...
...
as tuas carícias...
sentir-te inteira...
entregar-me nos teus braços...
aceitar os teus carinhos...
sentir o gosto do teu beijo...
inundar o teu corpo de carícias...
amar-te...
amar-te...
sem querer parar...
(Cris Anvago)
O lume...
que sai de mim...
e desliza pelo teu corpo...
que espera pelas minhas doces carícias...
tu és encanto...
e eu me encanto...
com tudo o que tu és...
e exploro o teu corpo...
devagar...
como se não existisse o tempo...
...
e descubro todos os teus recantos...
e exploro...
e delicio-me...
não preciso que me conduzas...
eu sei...
o que desejas...
porque te desejo tanto...
porque te amo tanto...
(Cris Anvago)
Dizer Amo-te...
nada significa..
se o olhar não brilhar...
se o beijo não demonstrar..
(Cris Anvago)

O TEU OLHAR...

Na simplicidade do teu olhar...
tu te revelas...
e eu leio cada palavra...
do teu belo olhar...
e imagino o que te vai na alma...
tento ver e compreender o que sentes...
eu sei como me sinto...
frágil...sensível...
e apaixonada por ti...
vejo que o teu olhar...
...
transmite amor...
carinho...paixão...
(Cris Anvago)

PARA TI...MINHA MUSA...

As palavras não se soltam...
as frases não rolam...
sem pensar em ti...
minha musa...
inspiras-me...
delicias-me...
chovem no meu corpo desejos teus...
dou-te tudo...e é pouco...
vejo o teu sorriso e escrevo...
e solto uma exclamação...
perante tanta beleza do teu olhar...
aguardo o teu abraço...
dedico-te os meus poemas...
em silêncio...
porque as palavras não saem...
apenas os meus gestos de amor...
segurando as tuas mãos...
que ardem de paixão...
junto a ti...fico calada...
longe de ti...escrevo o que não te disse...
mas senti...e sentiste...
e...mesmo de longe...
as minhas palavras...
são flores para ti...
mereces um jardim...
todo o meu desejo...
toda a paixão...
todo o sentir..
que te ofereço...
e que tu...
com um sorriso lindo...
me ofereces com tanta intensidade...
és tu que me inspiras...
minha musa...
é para ti...que escrevo...
que me dou...e te sinto...
(Cris Anvago)

APENAS..MULHER...

Sou tempestade de sentimentos..
Sou sensível..
Gosto da natureza..
Adoro a suavidade...
Apaixono-me pela beleza da vida...
Vivo o amor intensamente...
Sei o que quero...
Sei o que me magoa..
Luto sempre para vencer...
Gosto de desafios difíceis...
...
O que pensam de mim não me interessa..
Sei como sou...
Quem quiser me conhecer...
é só olhar para dentro de mim...
Gosto de sorrir e fazer sorrir..
de abraçar com todo o meu corpo..
acarinhar..beijar...
Gosto de Viver sempre a Amar..
Enfim...
Sou apenas Mulher..
(Cris Anvago)
E brincamos com as palavras...
e voamos nelas...
sonhamos...
que ao escrever uma palavra colorida...
um sorriso ilumine...
o coração de alguém que nos é querido...
que espera a nossa palavra...
que a sinta como eu a sinto...
letra a letra...
e em cada palavra...
...
um abraço...um afago...
um carinho enviado...
transmitido de uma forma tão singela...
tão simples...
mas que sai de dentro do meu coração...
para os corações sensíveis...
apaixonados...
ardentes pela vida...
gostava eu de ser capaz de transmitir tudo o que sinto...
em simples palavras...
como se fossem balões coloridos...
para alegrarem o dia...
de quem as agarra...
palavras feitas de flores...
oferecidas...
por mim...
(Cris Anvago)
Ama...
sem questionar o teu coração...
Beija...
quando sentires desejo...
Abraça...
quando quiseres mostrar ternura...
Afaga quando a tua amada desejar...
Apaixona-te...
sem medo de errar...
(Cris Anvago)
A euforia dos sentidos...
que nos faz estremecer...
e em nós a ternura...
a paixão vivida...
e sentida...
o amor…
(Cris Anvago)
Estou á tua espera amor...
vestida com a luz da lua cheia...
com o brilho das estrelas no meu olhar...
sei..
que quando chegares amor..
virás vestida com o calor do sol que me queima de desejo...
e nos transformamos em mar..
que inunda os nossos corpos de paixão...
 
(Cris Anvago)
Ás vezes perco-me..
por tanto te querer...
desvio-me do pensamento racional...
e fico louca de paixão...
sei que te posso perder...
pela minha loucura..
tantas vezes irracional...
sou assim...
feita sentimento indecifrável...
confuso...
amo muito...
o coração grita...
a razão fica surda...
navego na tempestade de sentimentos e emoções que existem em mim...
num amar intenso..
(Cris Anvago)

terça-feira, 6 de março de 2012

Amor Electro - Estrela Da Tarde/Poema



Eu esperava por ti...
os meus braços esperavam pelos teus...
o meu pensamento..povoado por ti...
meu amor..como tardavas...
ou era eu..que achava..que as horas não passavam...
estava ansiosa por beijar-te...
beber-te..aninhar-me em ti...
queria sentir-te..amar-te...
e em ti ficar...
as minhas mãos ansiavam pelo teu corpo...
a minha lingua..pelo teu sabor...
e a tarde..longa..não terminava...
e tu..estrela do meu ser..
estrela dos meus dias...
meu amor..meu desejo...
o meu corpo tremia á espera do teu..
mas sabia que a espera seria compensada..
que estaria nos teus braços..
amar-te..beijar-te...ficar em ti..
dançar..beber o teu suspiro...
sorrir nos nossos olhares...
brilhantes como estrelas...
e amar-te...amar-te...
meu amor...
(Cris Anvago)

segunda-feira, 5 de março de 2012

Tulips from Amsterdam (de Keukenhof)



Andei distraída por entre as tulipas lindas..jardim encantado...tu..és o meu jardim amor...(Cris Anvago)

PINTOR DE AMOR



Nós..
quando nos amamos..
criamos a mais bela e alegre melodia..
onde os nossos corpos balançam e dançam frenéticamente..
Pintamos o mais belo quadro..
colorido..cheio de paixão e desejo..
Quando nos amamos amor......
Todos os instrumentos tocam..
compassados...
ao ritmo descompassado..
dos nossos corpos...suados..alegres...
onde nos bebemos..
e beijamos intensamente..
Eu..e tu...
Uma melodia..
um quadro...
um sonho belo...
de paixão e desejo...

(Cris Anvago)