sábado, 3 de março de 2012

O nosso amor é como uma fogueira...
que não se apaga..
a brisa que passa são as minhas carícias em ti...
os nossos beijos que nos aquecem...
o vendaval de emoções que nos invade..
e nos solta..
a chuva miúdinha...
os nossos corpos que transpiram..
as enormes ondas..
são os nossos corpos ondulantes de prazer...
a tempestade..
os nossos orgasmos...
explosões de alegria dos nossos corpos..
transformados em vendaval..
que acende com mais intensidade...
a nossa fogueira..
de amor..
(Cris Anvago)