terça-feira, 29 de maio de 2012

Ligo-te..só para te ouvir..pouco falo..perguntas se ainda estou a ouvir-te..claro que estou..a tua voz encanta-me...sinto que também me queres ouvir...silêncio..imagino o teu rosto.. penso que sorris...e eu..deste lado do telefone..sorrio para ti...que doidice..que é amar..que loucura querer-te..sempre mais...a tua voz...e fico feliz todo o dia...(Cris Anvago)

Maria Bethânia - Depois de ter você


Depois de ter você,,,,
Na nossa noite de amor...
quando o dia começa a nascer...
eu já não percorro o teu corpo lentamente..
meu amor...
já corro por todo o corpo..
já conheço as tuas curvas...
já sei onde tocar..
corro..por ti...
de cima..a baixo...
dentro..fora..do teu desejo...
corro...por ti...
loucamente...
e tu..ofegante...
olhos brilhantes...
acompanhas a minha corrida...
de prazeres..
que não queremos que termine..
quando o sol aparecer...
(Cris Anvago)
Durmo..
tenho pesadelo..
acordo assustada..
olhos abertos...
respiração ofegante..
quero esquecer...
viro para o outro lado..
tento pensar em coisas lindas para adormecer...
adormeço..
volta o pesadelo....
...

Durmo...
tenho um sonho belo..
sensual..lindo..
acordei nem sei porquê...
respiração ofegante...
calor..
sorriso nos lábios...
fico na mesma posição para voltar a dormir..
continuar o sonho maravilhoso...
vou adormecendo lentamente...
o sonho não continua...
adormeço...
sonho bom..desapareceu..
a magia..se foi...na noite escura...
(Cris Anvago)

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Os meus lábios...
a minha lingua...
os meus dedos...
as minhas mãos...
cada pedacinho do meu corpo...
é um barco á vela...
onde o vento.. é o teu desejo...
o mar ondulante.. o teu corpo...
e eu com paixão...
navego em ti...
...
meu mar..meu sal...
mergulho nas tuas águas profundas..
sem medo...sem segredos...
os meus olhos abertos...
fixados em ti...
para descobrir os teus encantos...
navego em ti...
os teus suspiros..vento..
na vela do meu pequeno barco...
que se aventura..no teu corpo...
que invade o teu pensamento...
prazer...
ondas de loucura...
navegamos...
somos um corpo..uma alma..um coração..
neste oceano imenso de amor...
(Cris Anvago)

domingo, 27 de maio de 2012




Composição: Pedro Abrunhosa

Frio
O mar
Por entre o corpo
Fraco de lutar
Quente,
O chão
Onde te estendo
Onde te levo a razão.
Longa a noite
E só o sol
Quebra o silêncio,
Madrugada de cristal.
Leve, lento, nu, fiel
E este vento
Que te navega na pele.
Pede-me a paz
Dou-te o mundo
Louco, livre assim sou eu
(Um pouco +...)
Solta-te a voz lá do fundo,
Grita, mostra-me a cor do céu.

Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.
Se eu fosse um dia o teu olhar,
E tu as minhas mãos também,
se eu fosse um dia o respirar
E tu perfume de ninguém.

Sangue,
Ardente,
Fermenta e torna aos
Dedos de papel.
Luz,
Dormente,
Suavemente pinta o teu rosto a
pincel.
Largo a espera,
E sigo o sul,
Perco a quimera
Meu anjo azul.
Fica, forte, sê amada,
Quero que saibas
Que ainda não te disse nada.
Pede-me a paz
Dou-te o mundo
Louco, livre assim sou eu
(Um pouco +...)
Solta-te a voz lá do fundo,
Grita, mostra-me a cor do céu.
Espontâneos...os meus sentires...diversos...multicolores...apaixonados...
(Cris Anvago)
 
 
Eu não corro no amor...
amo devagar...
beijo suavemente...
sinto intensamente...
deslizo devagar no teu corpo...
falo-te devagar...
teus suspiros profundos..
minha respiração ofegante...
mergulho em ti...
sim...
...
com loucura amo-te...
será devagar ?
será ao teu ritmo...
dança comigo...
e ama-me...
como desejas...
(Cris Anvago)
Danço no teu corpo...
toco-te..
tocas-me..
nasce melodia..
ilumina a dança...
loucura de nós..
minhas mãos em ti...
dança do teu corpo..em mim...
e eu..não páro de tocar...
...
e dançar...em ti...
meu amor..
(Cris Anvago)
 
 
Sou imperfeita...
mas mesmo sendo assim...
sem perfeição em mim...
o meu amar é delirante..
o meu sentir intenso...
choro e rio...
de alegria e emoção..
gosto de me aninhar em ti...
no teu corpo perfeito..
que se ajusta á minha imperfeição..
murmuro-te poemas..
que falam de ti...
silêncios...que falam de mim..
escrevo...
imperfeitas palavras...
soltas..sem rima...
sou assim..
sonhadora..sensível...
imperfeita...
sem virgulas...
só pontos..que nos unem..
idéias em desalinho..
sentimentos focados em ti..
olhos que te admiram...
mãos que te tocam..
lingua que te percorre..
imperfeita eu sou...
mas o meu amor por ti..
é perfeito..intenso..e belo..
(Cris Anvago)

sábado, 26 de maio de 2012

Momentos...

Momentos bonitos...
prazeres sentidos..
nos nossos corações..
corpos entrelaçados..
desejos infinitos...
mergulhos de amor..
no teu corpo de mar..
na tua boca de amora silvestre..
linguas que saboreiam..
o doce da paixão
...
momentos bonitos..
estrelas que dançam..
em corpos suados..
de cheiros de amor..
coxas que deslizam..
dança mágica...
loucura de sol..
luz que ilumina..
o meu corpo no teu..
momentos bonitos..
orgasmos mágicos...
sempre que nos amamos..
(Cris Anvago)

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Da minha janela..
imagino o teu sorriso..
iluminado..como as estrelas...
o teu corpo..
como a Lua..iluminada pelo Sol...
E..sorrio..para o céu...
sei que estás a chegar amor..
e os teus braços..
suaves como nuvens..
vão abraçar-me...
...
e os meus dedos...
iluminados pelo prazer de te ver..
vão acarinhar-te...
estou á tua espera amor..
para te beijar..ao luar...
(Cris Anvago)
Estavas triste...
desenhei um sorriso...
sorriste...
os teus olhos pediam um abraço...
desenhei o meu corpo no teu...
ofereceste-me o teu prazer...
embrulhado em suspiros...
de desejo...e paixão...
e..já iluminada pelo teu sorriso...
amei-te...amei-te...amei-te...
(Cris Anvago)

terça-feira, 22 de maio de 2012

A noite escura..ficou iluminada..
quando os meus lábios tocaram nos teus..
quando a minha língua namorou com a tua..
Eu Sol...
Tu Mar...
meu corpo ferve...
tu inundas de prazer...
a noite iluminada...
Tu e eu...
os nossos corpos rolam..
...
numa dança de prazer..
corpos...
teu e meu..
sempre...
tu..e eu...
os teus braços...
ondas gigantes que me envolvem..
as minhas coxas fogo em ti...
sinto-te...mergulho...
fogo que se refresca..
no mar infinito..
que és tu...
meu amor...
(Cris Anvago)
O meu pensamento corre veloz...
ao som de uma guitarra..
que me segreda os teus desejos..
que grita a minha paixão...
e nos versos que correm...
que voam..no meu pensamento...
enquanto os dias serenamente passam..
eu amo..e sinto-te...
o meu pensamento corre..
veloz...
nem eu..me consigo alcançar...
nos meus sonhos irrequietos..
palavras soltas povoam-me toda a noite..
palavras carinhosas..
que ouvi de ti...
mas velozes...fogem...
e eu acordo..
vazia de palavras..
mas sempre inundada de amor..
para te oferecer...em silêncio...
minha paixão...
(Cris Anvago)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

EU VIVO A SORRIR...

Eu vivo a sorrir...para ti...
quando estás perto de mim...
olho-te..a sorrir..
vivo-te a sorrir...
amo-te a sorrir...
se te toco..beijo...
os meus olhos sorriem...
só para ti..paixão...
e as minhas mãos suaves...
sorriem..ao passear por ti...
veludo da tua pele...
eu sou o sorriso que te invade...
de manhã..á tarde..á noite...
em todas as horas...que te envolvo..
eu sorrio...
tu ris...
e o amor em nós..
é festa..prazer..sorrisos...
(Cris Anvago)
 
 

domingo, 20 de maio de 2012

Os meus dedos dedilham o teu corpo...
suave como pétalas de rosa...
és minha sombra...
meu fogo...
minha doce pintura...
olhar penetrante...
sedutor...
espero...quero...tudo de ti...
por do sol...
...
nascer do sol...em mim...
sigo as tuas curvas...com o meu olhar..
és fogo..dança...
melodia de uma guitarra...
és música...sou dança...
és fogo...sou fogo...
sensual...
beleza de ti...
minha paixão...
(Cris Anvago)
 
 
Ao som do saxofone...
as minhas mãos navegam pelo teu corpo..
vestido pelas ondas calmas...
os meus lábios percorrem-te...
a minha língua prova-te...
ao som do saxofone...
abraço-te intensamente...
meu mar..onde mergulho...
sentimentos de paz..
de desejo..paixão..
quero navegar-te...
sentir-te...
ficar em ti..
dançar no teu prazer..
ouvir o teu gemido..
ao som do saxofone...
tremer contigo..
murmurar-te...
amo-te...amo-te muito...
(Cris Anvago)
 
 

Besame mucho - Diana Krall


Beija-me....muito....quero sentir-te perto...ver-me nos teus olhos...beija-me...beija-me muito...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Hoje...quero suavemente..tocar os teus lábios...beijar o teu pescoço..amar-te..no teu olhar...(Cris Anvago)
Vou fazer-te uma massagem...com óleos de cheiros tropicais...escorregar as minhas mãos pelo teu corpo...com firmeza...com vontade de sentir todo o meu corpo escorregar no teu...misturas de peles..de cheiros...de desejos...vou fazer-te uma massagem...completa...meu amor...(Cris Anvago)
Entre murmúrios descompassados...
respirações ofegantes...
suspiros delirantes...
entregamo-nos aos prazeres das emoções...
dos meus toques de seda no teu corpo...
dos teus lábios em mim...
entre beijos e desejos...
a loucura da paixão chama por ti...
grita por mim...
deixa-me ficar em ti...
em sonhos..
realidades...
gritos e silêncios...
amar-te toda a noite...
queres paixão?
(Cris Anvago)

No teu olhar...quero...esquecer-me de mim...É contigo.....
Os meus lábios procuram os teus
Os meus lábios saboreiam os teus
Os teus lábios molham os meus
a minha lingua lambe os teus lábios
a tua lingua bebe a minha
os meus lábios beijam a tua nuca
dos teus lábios um suspiro
os teus lábios beijam o meu pescoço
um arrepio sai dos meus lábios
e no teu corpo...
...
os meus lábios passeiam
dos teus lábios nasce um sorriso
dos meus...um riso...
e os nossos lábios unem-se
quando nossos corpos se juntam
ai amor...que belos lábios os teus...
mas quando te beijo...
são meus...e os meus são teus...
maravilhosos beijos...
iguais a ti...
(Cris Anvago)
1 · ·
Vejo-me ao espelho...olho-me nos olhos...vejo o teu olhar...(Cris Anvago)
Encontro-me no teu corpo...
as minhas mãos devagar..descobrem-te...
beijam-te...
o meu desejo nas minhas mãos...
desejo do teu desejo...
em carícias por mim desenhadas no teu corpo...
corpo que arde...
sol em ti...
intensidade em mim...
paixão ondulante...
...
mar..onde mergulho...
rio..doce..
mar..salgado...
misturas que se enlaçam em beijos ardentes...
corações acelerados...
pulsações descontroladas...
eu em ti..suave...
tu em mim..sorrindo..
loucura em nós...
expressões lindas da nossa paixão..
(Cris Anvago)
A Lua cheia está em nós..sempre que o desejo e a paixão nos iluminar...meu amor..(Cris Anvago)
Solidão..
que se abate sobre mim...
onde não vejo o brilho dos teus olhos...
falta-me o calor do teu sorriso...
solidão..
dentro de mim..
fora do meu corpo..
que me suga as forças..
que me leva o sorriso para bem longe...
momentos de solidão..
entre a multidão que me cerca...
só...
sinto-me só...
triste...
e estes momentos de solidão inexplicáveis..
existem...
até que o sol..
novamente entre em mim...
tristeza e angústia...
que pesam nos meus ombros...
que me faz caminhar..
olhando para o chão...
não vejo nada..
sinto-me vazia..
momentos de solidão e tristeza...
que por vezes me invadem..
sem explicação..
sem hora..
sem aviso de chegada...
(Cris Anvago)
Quero segurar o teu sorriso com os meus lábios...
beber o teu sabor com a minha lingua...
viver no teu corpo com o meu..
deslizar nos teus desejos...
fluir nas tuas paixões...
sentir o tremer do teu orgasmos...
corpo que vive e explode de felicidade...
quero sempre..
sentir toda esta magia..
de ti..meu amor...
(Cris Anvago)
E o meu pensamento escorrega pelo teu corpo...penso-te...sinto-te...invades o meu corpo..em ondas suaves...e rebeldes...sem saberes amor...o meu corpo vibra..ao pensar-te...(Cris Anvago)

Breve canção de sonho
[Zélia Duncan e Dimitri BR]

dormi sozinha e acordei
cantando a nossa canção
canção que só escutei
... num sonho que eu não lembrei
mas juro, havia paixão

ainda vou me lembrar
de cada nota e refrão
só sei que cê tava lá
e tudo o que aconteceu
fugiu pra outro lugar

não sei se posso falar assim do que vi
você cantava pra mim
suspiros, flores, perdão
canção de amor é assim

não sei se posso falar assim do que vi sem saber
você cantava pra mim
se é ato falho não sei
canção de amor é assim

você cantava pra mim
suspiros, flores, perdão
canção de amor é assim

Quando a gente conversa
Fazendo planos, besteiras
Tanta coisa em comum
Deixando escapar segredos
E eu não sei que hora dizer
Me dá um medo
...
Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo
Tanto

E até o tempo passa arrastado
Só pra eu ficar do teu lado
Você me chora as dores de outro amor
Se abre e acaba comigo
Mas nesta novela eu não quero
Ser teu amigo, não

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo
Tanto

Que eu já nem sei se eu tô misturando
Eu perco o sono
Tentando achar em cada gesto
Uma bandeira
Fechando e abrindo a geladeira
A noite inteira

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo
Tanto

Tanto, tanto, tanto
Ah, eu te amo tanto
Tanto, tanto, tanto
Ah, eu te amo tanto

Eu, você, nós dois
Já temos um passado
Meu amor
Tudo o que te ofereço...
rosa vermelha...
pousada na tua almofada...
ao lado do teu rosto lindo..
que dorme sereno...
tudo o que me ofereces..
teu desejo..teu murmúrio..teu sorriso...
ofereço-te a minha voz..profunda..suave..
que te segreda o meu amor..
ofereço-te as minhas carícias...em teu corpo..
...
vestido de calor..fogueira onde eu me aqueço..
fogueira que arde com os meus beijos...
corpo que estremece quando estou em ti...
meu amor..tudo o que te ofereço...é pouco..
mereces muito mais..
anjo lindo...que me abraça...
e eu levo-te em vôos de prazer infinitos..
noite e dia...sem hora...
estou sempre aqui..para ti...
vens ?...
(Cris Anvago)
E ao som do violino nos amamos...
as minhas mãos percorrem o teu corpo..
nasce melodia em ti...bela....
e..continuo...
beijo-te profundamente..
ao som dos acordes do violino..
melodia que me envolve...
e eu envolvo-te...
docemente...
meiga vou descendo em ti...
e danço...contigo...
a melodia que ouvimos...
silenciosa...
só as nossas respirações ofegantes quebram o silêncio...
e do momento se faz magia...
ouves o violino paixão?...
(Cris Anvago)

O AMOR ♥...ás vezes o amor está ali...tem formas...aromas...que erra e pede desculpas...vozes...causas..sintomas..é pausa...silêncio...o meu amor é todo seu...O AMOR ♥
Encontrei-me no teu corpo...despido de ilusões...
encantado por emoções...
Encontrei-me...
e o meu sorriso de desejo iluminou o teu corpo deitado...
lençois desfeitos por nós...
nos encontros e desencontros de carícias...
suaves e loucas...
seios de desejo dos teus lábios..da tua língua quente...
firmes á tua espera..que percorrem o teu corpo...
libertam os teus gemidos...
...
coxas quentes que se entrelaçam...
dedos que se deliciam e se escondem em ti...
que bailam...libertam-se...vivem o teu prazer..
arrepio que oiço..sinto...vivo...
transpira na tua pele em fogo..
o meu corpo que desliza no teu mar..
de prazeres já sentidos...
de prazeres ainda por sentir...
Encontrei-me no teu corpo...e nele me perdi...
meu amor..
(Cris Anvago)
Quando a tristeza me invade...escuro fora de mim..
vazio dentro de mim..ausência de ti...
(Cris Anvago)
Quando sonho contigo...de manhã...ainda acordo em ti...meu amor..(Cris Anvago)
Tento compreender os teus silêncios...mas..por vezes...era mais fácil se tivessem legendas...(Cris Anvago)
Os meus olhos vagueiam..
no mar de sonhos..
que vestem o teu corpo nu...
As minhas mãos navegam..
pelas ondas da nossa fantasia..
pintadas em cada curva de ti...
A minha língua prova..
cada sabor teu...
Os meus lábios..
insinuam-se em ti...
...
E do meu toque no teu corpo..
nascem realidades...
sentem-se emoções...
vibram os desejos...
Quero dar-te tudo...
esta noite...
porque..depois...
se faz dia...
meu amor...
(Cris Anvago)
Rasguei o silêncio...murmurei o teu nome...
Rasguei a tua roupa...beijei o teu corpo...
Rasguei o vento...entrei em ti..
Rasguei a folha em branco...a inspiração fugiu..
Mas tu..ficaste...e eu inspirei-me em ti...
(Cris Anvago)
Danço ao teu ritmo...beijo-te ao ritmo do teu desejo...ao sabor da minha paixão..toco-te...bebo-te..fico em ti...sem hora...sem mundo..só tu e eu...(Cris Anvago)
A nossa dança do amor começou suavemente..
compassada..
e foi crescendo o ritmo..
os nossos corpos suados confundiam-se com tanta paixão...
e falavas baixinho palavras de amor..
e a paixão e o desejo a crescer..
a crescer..
os nossos corpos a vibrar..
e quando arrepiou o teu e o meu coração...
parámos..
beijámo-nos..
e recomeçámos lentamente..
suavemente..
e o ritmo descontrolou-se..
e assim foi a nossa dança do amor até amanhecer..
olha amor...
o sol nasceu...
e o amor continua em nós...
a pulsar...
a arrepiar...
(Cris Anvago)
Viver...
é sonhar os teus sonhos...
ver nos teus olhos o reflexo dos meus...
poder olhar-te todos os dias...
poder amar-te todas as noites...
(Cris Anvago)

Será que a flor sabe que é flor amor ?? É bom morar no céu azul...amor...A força que se espalha de alguns movimentos...Quando você me acendeu fiquei toda iluminada....Amor...
Lua cheia lá fora amor...
Desejos intensos em mim...
paixão e loucura...em ti...
Lua cheia...
emoções...em nós...
(Cris Anvago)

sábado, 5 de maio de 2012

Um corpo maravilhoso...o teu..
Mãos meigas..as minhas...
Desejos que florescem..os nossos...
Gemidos de sol..os teus...
Lábios de prazer..os teus...
Língua de sabores..a minha...
Beijos de luz..os nossos...
Explosões imensas..as tuas...
Corpos molhados..os nossos...
Cores intensas..o nosso prazer...
(Cris Anvago)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

O vento lá fora grita o teu nome...o meu corpo cá dentro grita pelo teu...(Cris Anvago)

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Procuro-te no nevoeiro..
que teima em não passar...
procuro o brilho dos teus olhos..
o teu sorriso..que me ilumina a alma..
procuro-te no nevoeiro...
estou de braços abertos..
á espera..para te abraçar...
(Cris Anvago)

terça-feira, 1 de maio de 2012

Toco na tua mão...o meu sangue pulsa...quero o resto de ti paixão..sentir o teu mar...navegar no teu desejo...cheirar o teu corpo...colocar um morango nos teus lábios...saboreá-lo em conjunto...lamber o suco que cai levemente no teu corpo...ouvir-te..delirar de prazer...morango...mar...a tua pele..nos meus lábios..gemido de ti..em mim...(Cris Anvago)
Quando eu te vi andava tão desprevenido
Que nem ouvi tocar o alarme de perigo
E você foi me conquistando devagar
Quando notei já não tinha como recuar

E foi assim que nos juntamos distraídos
Que no começo tudo é muito divertido
Mas sempre tinha um amigo pra falar
Que o nosso amor nunca foi feito pra durar

Por mais que eu durma eu não descanso
Por mais que eu corra eu não te alcanço
Mas não tem jeito eu não sei como esperar
Desesperar também não vou
Não vou deixar você passar
Como água escorrendo nos dedos
Fluindo pra outro lugar

Ninguém pode negar que o nosso amor é tudo
Tudo que pode acontecer com dois bicudos
Não são tão poucas as arestas pra aparar
Mas é que o meu desejo não deseja se calar

Até os erros já parecem ter sentido
Não sei se eu traí primeiro ou fui traído
Não te pedi uma conduta exemplar
Mas é que a sua ausência é o que me dói no calcanhar


Por mais que eu durma eu não descanso
Por mais que eu corra eu não te alcanço
Mas não tem jeito eu não sei como esperar
Desesperar também não vou
Não vou deixar você passar
Como água escorrendo nos dedos
Fluindo pra outro lugar
Será sempre será
O nosso amor não morrerá
Depois que eu perdi o meu medo
Não vou mais te deixar
Quero sentir o teu corpo dançar de prazer...
ouvir-te murmurar palavras soltas...
a tua respiração cada vez mais ofegante...
estar em ti...sentir-te...ouvir-te...
entender tudo o que mais desejas...
oferecer-te prazeres inimagináneis...
cheirar-te..beijar-te..profundamente...
sentir-te...profundamente...
na suavidade louca com que te toco...
na dança louca que me ofereces...
acompanhar o teu ritmo...
fazer-te vibrar...
muitas vezes...
sentir o teu sangue quente...
sentir-te ferver...
horas de amor...
depois do prazer...o prazer...
o querer...o desejo de mais...
dar-te sempre mais...ouvir-te..sentir-te...
cada vez mais...
meu amor...
(Cris Anvago)
O meu corpo quente espera pelo teu...
quer dar-te prazer...
tocar-te nas zonas mais quentes de ti...
quero-te..desejo-te...
ouvir a tua respiração ofegante...
ver a tua expressão de prazer...
e sempre dar-te mais...e mais....
sentir o teu corpo estremecer...
de prazer...explosão de ti...
sentida em mim....
amor...quero sentir-te...
como és...naturalmente...
como ninguém te sente...
conhecer-te...
como ninguém te conhece...
seres tu...em mim...
e eu estar e ti...
vem amor....
não esperes...
estou louca á tua espera...
louca para estar em ti...
(
Cris Anvago)

O silêncio murmura...uma história de amor...versos de amor...no beijo que deram emudeceram..de tanta paixão...
Não quero só amar o teu corpo...
acariciar...
dar-te prazer...
conhecer todos os cantos e recantos de ti..
todos os sinais..
que nem tu sabes que existem...
Não quero só ouvir os teus gemidos de prazer..
sentir os teus orgasmos como flores que se abrem ao nascer do sol...
Quero também o teu coração..
a bater em mim...
em sintonia com o meu...
sentir-te em tudo...
sangue que corre veloz..
nas tuas veias..
sangue que aquece em mim..
quando penso em ti..
quando te vejo..
porque te sinto sempre...
vives em mim...
respiro-te...
meu amor...
(Cris Anvago)
Sei que sou difícil..
tenho um feitio difícil...
dou tudo e quero ainda mais...
já perdi pessoas por isso...
é difícil limar os defeitos...
e mais difícil quando as pessoas não os compreendem...
se me sentem..
sabem o quanto significam para mim...
se se afastam..não me sentem...
passei e não fiquei...
mas essas pessoas belas...
todas elas...
ficaram e permanecem em mim...
todos os momentos bons eu recordo...
os menos bons esqueço..
sou impulsiva demais...
dura nas palavras...
palavras que magoam sem eu querer...
mas depois de ditas ou escritas...
ficaram...
sei que não sou perfeita...
nunca fui..nunca serei...
só sei que por vezes as minhas palavras
magoam as pessoas que mais amo...
sou imperfeita...
só sei que amo..
que sinto..sofro..choro..intensamente...
dou tudo de mim...
e continuo..
nas curvas da vida..
nas montanhas que subo com esforço...
sou muito imperfeita...
eu sei...
(Cris Anvago)
Sempre que penso em ti...
sinto-te...
o meu corpo aquece...
os meus lábios sentem os teus...
sempre que te penso...
estou em ti...
sinto o teu sorriso...
a tua voz...
sempre te sinto...
e desejo...
arrepio quando te sonho...
vejo-te quando acordo...
minha paixão...
(Cris Anvago)
Não precisas chamar por mim amor...
basta um olhar teu..
e..eu sei...
que me queres sentir...
beijar...
e eu ofereço-te todo o meu amor...
delicadamente amo-te...
e delicio-me...
quando vejo os teus olhos brilharem...
de prazer...
adoro ver-te feliz...
(Cris Anvago)
O meu corpo quente espera pelo teu...
quer dar-te prazer...
tocar-te nas zonas mais quentes de ti...
quero-te..desejo-te...
ouvir a tua respiração ofegante...
ver a tua expressão de prazer...
e sempre dar-te mais...e mais....
sentir o teu corpo estremecer...
de prazer...explosão de ti...
sentida em mim....
...
amor...quero sentir-te...
como és...naturalmente...
como ninguém te sente...
conhecer-te...
como ninguém te conhece...
seres tu...em mim...
e eu estar e ti...
vem amor....
não esperes...
estou louca á tua espera...
louca para estar em ti...
(Cris Anvago)
Quando o coração fica triste...o olhar fica sem brilho...(Cris Anvago)