quarta-feira, 16 de maio de 2012

A nossa dança do amor começou suavemente..
compassada..
e foi crescendo o ritmo..
os nossos corpos suados confundiam-se com tanta paixão...
e falavas baixinho palavras de amor..
e a paixão e o desejo a crescer..
a crescer..
os nossos corpos a vibrar..
e quando arrepiou o teu e o meu coração...
parámos..
beijámo-nos..
e recomeçámos lentamente..
suavemente..
e o ritmo descontrolou-se..
e assim foi a nossa dança do amor até amanhecer..
olha amor...
o sol nasceu...
e o amor continua em nós...
a pulsar...
a arrepiar...
(Cris Anvago)