domingo, 23 de outubro de 2011

Perco-me no teu corpo...perdes-te nos meus dedos...ou são os meus dedos...que se perdem em ti...perdemo-nos em carícias...prolongadas...suaves...o desejo não se perde...surge...mais intenso...perdemo-nos nos lençois...feitos de paixão...(Cris Anvago)