terça-feira, 15 de novembro de 2011

A tua voz...dá-me paz...o teu olhar...ternura imensa...o teu corpo...desejo de te acariciar...(Cris Anvago)