sábado, 6 de abril de 2013

Como é difícil por vezes entender-me


Porque nem sempre sou a palavra que escrevo

Sou mais o sentimento que vivo!

(Cris Anvago)