domingo, 18 de outubro de 2015

    Simples é o momento
    Em que o rio encanta sereno
    As minhas palavras
    Que brilham nos teus olhos

    ...
    Simples é o momento
    Em que a roupa cai
    E desnudas a alma

    Simples o toque
    Tatuagem invisível na tua pele

    … E, com um sorriso beijo os teus lábios que esperam os meus
    Simples é o complicado do momento que tarda
    Simples somos nós na noite que grita o nome da paixão, febre no ventre…
    (Cris Anvago)