domingo, 25 de setembro de 2011

E o vento passou no meu rosto...suave..como se não existisse...mas o meu sentir foi forte..mesmo sendo leve..senti a brisa invadir-me...de paz...de amor..ergui a cabeça..é bom estar aqui...viver..amar...amar sempre para viver...o amor é o que alimenta o meu coração...e a brisa não passou..ficou...intensa..em mim...(Cris Anvago)