sábado, 18 de agosto de 2012

Nossos corpos nus...
que se confundem e beijam..
que sorriem e se deliciam...
neste nosso luar..quente...
onde fervilha o nosso sangue...
pulsa nas nossas veias...
deslizam em nós os gestos de paixão...
inundados pelo mar...luar...de amar...viver...
imaginações voam...
as minhas mãos fluem..dançam..no teu corpo..
na melodia que renasce a cada toque meu...
o teu corpo..curvado..e belo..
iluminado pelo luar...pelo meu olhar...
que te absorve..te bebe...e brinca..em ti...
vem..amar-me..neste luar..quente..quente..
seda de mim...resvala...em ti...
já sou oceano..
meu amor..
(Cris Anvago)