quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Sabes amor
Aqueles momentos
Em que a minha língua
Passeia á deriva
Pelos teus poros favos de mel
É o sol que invade as minhas veias
És mel que incendeia
O meu corpo nu
Que se cola ao teu
E nele se faz mar...

Sabes amor...
Aqueles momentos...
Que são mágicos...
Tão nossos...
(Cris Anvago)