segunda-feira, 3 de agosto de 2015

    Quando não existem sonhos
    Tudo está vazio e sombrio
    Onde fica a vida?
    Onde se encaixa o entusiasmo?
    Os balões coloridos desaparecem...
    No céu sem estrelas e sem lua
    Se não existem sonhos realizáveis
    A realidade fica sem esperança?
    A vista quer ver a bela paisagem
    Mas por muito que os olhos se abram
    Não existem cores alcançáveis
    Quando tudo está cinzento
    Onde se escondem as cores?
    Quando não existem sonhos
    Força e entusiasmo para os realizar
    A mente fica sombria, árida...
    Tudo é muito mais difícil…
    (Cris Anvago)