domingo, 23 de junho de 2013

Olha-me atentamente
Quero aninhar o meu coração
Voar e soltar a minha mente
Pousar em ti toda a minha paixão
Não quero ouvir mais nada
Somente a tua voz e o teu respirar
Ficar quieta e calada
Ler e deliciar-me no teu olhar
Lábios rubros que me beijam
Nos corpos silenciosos e nus
Que com loucura se desejam
(Cris Anvago)