domingo, 30 de junho de 2013

O meu corpo
Rio de águas que correm apressadas
Querem juntar-se ao teu mar
Os obstáculos prendem os meus movimentos
A distância faz com que eu perca a força
Sou rio que quer navegar no teu mar
A distância hoje impede-me de lá chegar
Juntar o meu doce ao teu sal...
(Cris Anvago)