sábado, 21 de janeiro de 2012

Como o gaivota..que livremente voa..eu grito por ti meu amor...para que me acompanhes...para sentires o vento no teu rosto..e..junto a mim..sorrias..sejas livre..e feliz...ao meu lado..que me oiças..no meio de todas as outras gaivotas..assim como eu...só escuto a tua voz..no meio de tantas outras..a tua presença faz-me voar..e rodopiar..pelo céu azul...porque estás comigo...minha paixão...(Cris Anvago)