sábado, 7 de janeiro de 2012

Fazer-te um poema sempre...quando estás presente...quando estás ausente..mas presente em mim...fazer-te um poema perfumado...com as mais belas rosas do jardim...fazer-te um poema...onde existas tu..onde eu esteja presente...escrever-te um poema...viver-te no poema...sentires os meus sentires..nas palavras que não digo...nas palavras que te transmito com o meu olhar...fazer-te um poema...ser o teu poema...sempre...(Cris Anvago)