terça-feira, 27 de agosto de 2013

Plantei no teu corpo
Doces carícias
Flores aromáticas
Meus dedos
Pétalas de rosa
Vestiram-te de arrepios
O vento pode passar
A tempestade surgir
Eu continuo em ti !
(Cris Anvago)