sábado, 5 de dezembro de 2015

Deixas voar as palavras
Mas, por gestos sensíveis
Consegues escrever em mim
Tudo o que não dizes
Tudo o que calas
Cantas-me melodias
Vestes-me nas noites frias
Com o calor do teu sorriso
Deixas voar as palavras
Mas dizes-me tudo
Nos gestos com que me tatuas
És tudo o que preciso!

Cris Anvago