sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

    Na ausência
    Da lua fixa-te no brilho das estrelas
    Na ausência
    Das horas vive o infinito do tempo
    Na ausência ...
    De ti encontra a tua consciência
    Liberta o teu coração
    E abraça o amor que brota do teu interior.
    (Cris Anvago)