terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Por vezes o amor..é como um relógio solar...não se vê as horas em tempo nublado..os silêncios indecifráveis..as palavras que ficam por dizer..os sentimentos que não se expressam..no amor..é a sombra inexistente...no relógio de sol...sem sol o relógio não é nada...sem diálogo..carinho...palavras de ternura..abraços e beijos...sentires intensos..o amor não expressado...pode não ser sentido...(Cris Anvago)