terça-feira, 3 de abril de 2012


QUERO-TE...

Incendeias o meu corpo...
dedilhas a minha alma...
tocas no meu coração...
és vida em mim...
sopro de flores silvestres...
odores misturados em mim...
quero-te...
não sei explicar...
só sentir...tremer..
só o meu desejo...
o teu desejo...
és sol que me aquece...
loucura...
que toma conta do meu corpo...´
a minha pele que se arrepia...
em ti...por ti...
quero-te...desejo-te...
e estou aqui...
vestida de nada...
despida de mim...
para me vestir de ti...
quero-te....
meu amor...
(Cris Anvago)