domingo, 25 de novembro de 2012

Provo-te com os meus olhos
Vejo-te com a minha língua
Cheiro-te com os meus lábios
Navego-te na ondulação dos meus seios
Em ti o meu corpo sorri
(Cris Anvago)