sábado, 17 de novembro de 2012

NOS MEUS SILÊNCIOS


Mesmo nos meus silêncios...
Eu preciso dizer que te amo
Por gestos e sorrisos
Ternuras em ti
A sonhar acordada por ti
Amo-te sem limites
Sem hora...sem tabús
Amo o teu corpo inteiro
Abraço e amo o teu coração
Prazer no teu sorriso
Arrepio no teu olhar
Paraíso o teu toque
Porque te amo...sempre
(Cris Anvago)