sábado, 3 de novembro de 2012

Dos meus lábios
Podem sair palavras que por vezes não sinto...
Mas se leres o meu olhar...
Sabes que ao dizer que te Amo...não minto...

Lê o que os meus olhos te dizem
Ignora...por vezes as palavras que te digo...
São palavras duras que o ciúme alimenta
que a mente não escolhe e que te magoam
Olha sempre para os meus olhos
Só neles verás a verdade
E a intensidade do meu amor..
(Cris Anvago)