domingo, 25 de novembro de 2012

Os meus seios passeiam no teu corpo
Beijam-te...arrepias...arrepio...
Em silêncio o meu olhar no teu
Desejo de Ti
Sinto que tens sede da minha paixão
Continuo a percorrer-te
Saborear-te...devagarinho...meu amor
(Cris Anvago)