quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Estás nas minhas veias
No sangue quente que corre descontrolado
No beijo ardente
Coração com batimento descompassado
Estás em mim porque és vulcão
Mar que derrama sal na minha pele
Estás em mim porque metade de ti sou eu
No teu corpo o meu toque
A minha voz dentro do teu pensamento
Sou vento que passa e se demora...

Nuvem que te abraça...docemente...
Sonho que embala o teu sono
Colorido o amor que te abraça
No teu corpo sou ameaça da paixão
Que teima em deliciar-te com intensa desarmonia
Sou a loucura que por ti passa
A luz do teu dia
Sou...Tu...
Simplesmente porque estás no mais fundo de mim...
(Cris Anvago)