quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Nas curvas das palavras que escrevo
As emoções que não falo

As palavras que me metem medo
Transmito-as nos pequenos gestos
Das minhas grandes emoções
Quando a minha pele toca na tua
E os meus olhos cheios de afetos
Calam os gritos da lua
...

As minhas mãos nuas de palavras
Escrevem emoções
Através dos meus dedos
Nas palavras que não digo
Transmito os meus sentires
Revelo-te os meus segredos

Lê-me...Sente-me...Vive-me!

Sentirás através da dança
Do meu corpo pequeno
Que balança, treme e sente
O teu amor no meu por inteiro

A verdade está nos silêncios
Lábios molhados de saudade
Beijos intensos e molhados
Corpos suados
Odores de Carmim
Estrelas que brilham
E todo o amor nasce e renasce em mim...

Lê-me...
.............Sente-me.....

(Cris Anvago)