terça-feira, 19 de novembro de 2013

A Voz
Pode ser quente
Suave, envolvente
A minha voz
Afaga a tua pele
Nua e doce
Quente e frágil
Resvala em ti
Num tom profundo
Flor que desperta...

Voz que liberta
Delírios no teu corpo
Danças na loucura
Do prazer renascido
Da voz que fala baixinho
Pétala rubra no teu ouvido
Voz
Paixão
Gemido...
(Cris Anvago)