terça-feira, 5 de novembro de 2013

Se o sol hoje te aqueceu
Foram os meus braços que te apertaram
Num abraço profundo e meigo
Sinto o bater do teu coração
Como se fosse meu
O teu corpo aqueceu
És rio onde navego
Nas águas calmas onde me deito
Deliraste nos meus sonhos
Acordaste na minha realidade...

Amo-te suavemente
Amo-te intensamente
Sou assim...
Brisa e tempestade
Sol que te aquece
Que faz o teu olhar brilhar!
(Cris Anvago)