sábado, 28 de maio de 2016

Perigoso
Quando o silêncio
É mais pesado que a paisagem
Que a alegria e a memória
Perigoso
Quando o silêncio
Deixa de ser flor misteriosa
Quando murcha a rosa
Na jarra sem água
Sem sorrisos no olhar
Perigoso o silêncio
Quando se tem tanto para falar
Perigoso…

Podemos, sem querer, afogar as palavras que não dizemos…

Cris Anvago