sábado, 28 de maio de 2016

CARTA

De: Cris Anvago
Para: Ti


Boa noite meu amor,
Escrevo-te esta carta com o coração nas mãos, aquele coração que tão bem conheces, ou pelo menos eu penso que conheces.
Quero oferecer-te o meu coração, apesar de já saberes que te pertence.
A lua fica sempre mais brilhante no instante em que te penso e sinto, naquele abraço caloroso onde os nossos corpos se entrelaçam e sonham, quando o sonho se torna realidade em que os teus lábios amanhecem nos meus.
No frio da noite, lá fora acontece o que não me interessa, cá dentro o calor do teu sorriso é lava no meu olhar, vulcão que me veste e arrepia.
No abraço que envolve o coração que me desperta sinto-te sempre cada vez mais! E, o mais, cada vez é maior, como maior é o desejo que nos une, a paixão que nos envolve e o amor que nos pensa nas noites e nos dias que vivemos, cada vez mais forte!
Escrevo-te e sei que vais ler-me, sentir-me e abraçar-me.
As minhas juras de amor são tuas, os meus sonhos sempre se cruzam com os teus.
Sempre te desejo um bom dia e sempre aguardo ao fim da tarde, neste outono frio em que as folhas caem e eu, com um sorriso sempre te espero.
O nosso beijo é melodia que não se esquece e o toque aquece a fogueira da memória, o carinho do teu olhar. O teu olhar é a praia onde me espreguiço, és praia onde navego, o sonho é breve, mas a realidade é infinita.
E como te quero meu amor, o pulso acelera na espera de te abraçar sempre mais.
Escrevo-te esta carta meu amor, só para te dizer que te amo!
Beijos de mim em ti.

Cris Anvago