sábado, 9 de março de 2013

Quando o som do nosso amor começa
As nossas ancas dançam
Balançam
Num ritmo alucinante
De um amar sem tempo
(Cris Anvago)