sábado, 23 de março de 2013

A noite ilumina o teu corpo


O teu corpo ilumina o meu sorriso

A madrugada acorda o teu sono

O teu sono desperta o meu querer

Quando o sol nasce acende mais a chama

Renasce a loucura em mim

O dia ferve no teu olhar

O teu olhar é vulcão em mim

Balançamos no entardecer

Os meus dedos caminham sem descanso

No teu corpo de mar

Os meus lábios bebem as tuas palavras

É hora de adormecer ?

Ou será mais um despertar ?

(Cris Anvago)