sábado, 16 de março de 2013

Não é hábito meu
Memorizar palavras nem números
As palavras são relativas
Inconstantes
Por vezes ditas sem pensar
Fazem-nos felizes
Podem-nos magoar
As palavras são muito relativas
Podem ser vazias
Ou serem sentidas

Os números pouco me dizem
Se forem idades
Não me dizem nada
A juventude 
Não é traduzida em números
Mas sim na maneira de estar na vida
A vivacidade
Beleza
Não tem a ver com a idade
Mas com a pessoa

Gosto de memorizar
Momentos felizes
Sentimentos vividos
Sorrisos de felicidade
Olhares brilhantes
Gestos de ternura
Respiração ofegante
Explosão de prazer
Tudo o que me faça bem
Que valha a pena
Memorizar e Viver 
Amar é eterno
E vale sempre a pena ser lembrado
Vivido
Sentido todos os dias
(Cris Anvago)