domingo, 8 de fevereiro de 2015

No meu corpo salgado com o odor dos teus poros
Sou onda que se espreguiça na areia suave que me acolhe
Língua que se estende no som do teu sentir
Suavidade que percorre o teu corpo
Tempestade que te faz sorrir...

Sobes no espaço, navegas nas nuvens, mergulhas no mar
Do meu corpo salgado
De Ti!
(Cris Anvago)


Foto de Cris Anvago.