sábado, 28 de fevereiro de 2015

    Sacodes a calma que existe na minha noite
    Fazes vibrar o meu corpo
    Flutuar o meu coração
    Fico rendida aos teus carinhos
    Danço ao teu ritmo...
    Sinto o teu amor
    Sacode-me
    Como só tu sabes
    Descobre-me uma vez mais
    Deixa que o teu corpo encontre o meu,
    No vazio da noite, enche o espaço
    Com a lua cheia e vibrante
    De quem sabe amar
    Vive dentro do teu corpo
    Na suavidade do meu
    Enlouquece o teu coração
    Com as loucuras dos meus toques
    Sorri, voa, flutua, alcança o céu!
    Aterra nos meus braços
    Sabes que terás sempre aquele abraço
    Entre o espaço entre o amar, beijar e voltar a amar
    A noite estende-se no pensamento de nós
    Na intensidade dos gestos
    Na melodia mais forte
    Na ventania que agora te estremece
    No prazer que te invade uma vez mais
    Deixa o teu corpo flutuar
    A tua mente voar
    O coração mergulhar no mar bravio
    Agora és onda imensa
    Inundas a noite com o teu prazer
    Serei a ilha onde descansas
    A água de coco com que te refrescas
    És fogo no meu corpo
    Sorrateira deslizo em ti
    A melodia recomeça
    A dança dos corpos acompanha
    A paixão dos corações enternecidos
    Dança comigo
    Desperta e solta-te em mim!
    (Cris Anvago)