terça-feira, 3 de janeiro de 2017


Quero-te

Sem melancolia

Ou palavras banais

Palavras que lia

Nos livros normais

Agora sou mais exigente

Um livro para mim

É muito mais

que simples palavras

É gente!

Sentimento que exala o seu perfume

Em sentimentos

onde as palavras se embalam.



Quero-te

Muito mais do que o simples querer

Na manhã em que o nevoeiro cerrado

Parece um coração trancado

É ilusão, porque esse coração quer é viver!

Amar, mas aquele amar escancarado

Onde as palavras são mais do que o significado

Que pensas que são na tua primeira audição,

tens que sentir com todo o teu coração!



Quero-te

Sem preconceitos

E com todos os meus direitos

De te querer, amar e sentir

Sem possuir

Quero-te

De sorriso rasgado

Num corpo febril

Que espera por ti…



Quero-te em todas as estações

Sejam invernos ou verões

Não importa!

A minha porta está aberta

A minha poesia desperta

A melhor essência de mim

Por ti…



Quero-te pelo que és, pura essência, odor que se entranha em mim!

Cris Anvago