domingo, 19 de janeiro de 2014

Na praia deserta as tuas marcas na areia ao lado das minhas, na areia molhada caminhamos, as ondas suaves acariciam e molham os nossos pés, apagam as marcas que vamos deixando...
Na praia deserta, na areia seca, marcas de um só corpo, o meu sobre o teu...grãos de areia que são colchão de paixão...
E, quando os corpos rebolam, na alegria e em gargalhadas de paixão, as marcas formam um círculo, de um imenso coração.
Marcas que deixamos na areia e que desaparecem para que ninguém as veja, são só nossas, fazem parte do nosso momento.
As marcas nas nossas peles permanecem amor, são os teus carinhos que abraçam os meus...(Cris Anvago)