domingo, 19 de janeiro de 2014

O céu nem sempre é azul...

Olha para o céu que vês? Nem sempre é azul, muda de cor, de humor, como tu…

Existe o céu azul, brilhante, claro e radiante. A pureza, tranquilidade, a tua serenidade.
O céu azulado, com nuvens dançantes, várias formas, os teus sonhos que passeiam ali, bem perto do que vês. E dás formas às nuvens, imaginas animais, pessoas, corações… é a tua imaginação e o teu querer, o son
ho do teu viver…

O céu escuro, sem estrelas, negro como a tua dor, sente ausência, saudade, solidão, tristeza…


O céu escuro mas estrelado, coberto de pequenas estrelas que brilham, os teus sonhos, ideais, olhas para cada uma delas e pedes um desejo…


E vês a lua, enorme, gigantesca e iluminada! Sentes-te abençoada, apaixonada, e observas e sonhas, um romance á luz da lua, aquele beijo, arrepio, desejo de sentires corpo com corpo, pele nua…como a lua…iluminada, bela, que grita de paixão…


E tens o céu vermelho, o entardecer, o sentimento de paixão e renascer.

O Sol que desce para dar lugar á noite, que esperas seja vermelha de paixão, ilusão no teu olhar, pensamento no teu amar. Sonhas e queres que a tua vida seja preenchida com aquela cor que visualizas, ao lado de quem amas…e que a noite, seja de lua cheia e estrelada, assim sabes que a felicidade está no teu corpo, a tranquilidade em ti…

O céu nem sempre é azul.


Pinta o teu céu, expande a tua luz como se fosse uma enorme lua cheia e enche o teu céu de pequenas e brilhantes estrelas…os teus sonhos a realizar…a realidade que estás a construir!
(Cris Anvago)