sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

AMAR SEM TEMPO


 Nos momentos em desalinho

 Perfeitos em dois corpos suados

 Onde a paixão faz o ninho

 Nos lugares menos esperados

 Os dedos brincam em ti

 Como crianças que sorriem

 Eu entro em ti de noite

 E permaneço todo o dia

 O amor é sorriso

 É paixão suavidade

 Amar não tem razão

 Tempo nem idade

Cris Anvago