quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Aprisiono o teu corpo com as minhas mãos
para ele se soltar de prazer
Beijo profundamente a tua boca
Para sentir o teu suspiro
Estou em ti
para te sentir estremecer
Abraço-te
quando explodires de paixão
Fico em ti
para que me sintas sempre tua
(Cris Anvago)