domingo, 9 de setembro de 2012

ESCREVO...SINTO...

Escrevo o que sinto
Não importa se rima ou não
emoções não rimam...sentem-se
escrevo ao sabor do sentimento que me invade
quando o pensamento voa e entro noutra dimensão
e penso...
em tantos toques suaves
beijos intensos

Escrevo o que sinto e sinto
o teu murmurar em palavras sem nexo
oiço o teu corpo que chama pelo meu
as palavras correm
e o teu sentir escorre em mim
como cascata fresca
no meu corpo quente de sol
as palavras são como água
no pequeno caderno que sou
ficam irreconhecíveis
não se conseguem ler
só tu as sentes
só eu as vivo
todas as palavras..em ti..em mim..escorrem..de amor

Escrevo o que sinto
e...só nós conseguimos ler..porque as vivemos
ficaram frases de prazer nos nossos corpos
invisíveis para os outros

Escrevo o que sentimos meu amor..

(Cris Anvago)