quinta-feira, 6 de setembro de 2012

És o meu lado mais selvagem...
que se solta de mim...e entra em ti...
corro..pulo..danço...salto entre os teus gemidos...
aperto o teu corpo contra o meu...
num abraço onde os corações se beijam...
És ventania...chuva torrencial...
O meu lado selvagem liberta-se...em ti...
Sou tudo o que quiseres...levo-te onde queres...
Até o teu corpo solto...louco...que salta e balança...
soltar um grito de lib...
erdade e êxtase...bem fundo de ti...
continuo...em ti...não quero sair de ti...
geme..sente...sorri...vê as estrelas nos meus olhos...
És..cascata de luz...que me inunda de vida...
(Cris Anvago)