domingo, 28 de outubro de 2012

Quando leio o teu olhar
Vejo sonhos...força de viver...
Um mar de doçura e amor

Quando leio o teu sorriso
Vejo beijos quentes
Sabor de amoras silvestres

Quando leio o teu corpo
Vejo fogo e paixão 
Ondas de loucura
Oceano infinito

Quando te leio por inteiro
Navego...Mergulho...perco-me e encontro-me...
Na imensidão de ti
Sinto o teu desejo
A tua imaginação que se solta
A tua sensualidade que voa
E eu profundamente no teu coração
Sorrio...danço...
Tremes e gemes
Murmuras gritos fundos de prazer
E eu continuo em Ti
Amor...Prazer...
Como eu gosto de te Ler !
(Cris Anvago)