segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Quando viajo em ti
É sempre uma viagem misteriosa
sensações únicas
arrepio na tua pele
e o teu corpo estremece com o meu
viajamos no mesmo ondular de emoções
e as ondas de prazer crescem em nós
és voz que acorda o meu silêncio
sou o silêncio que te faz explodir de prazer...
(Cris Anvago)