segunda-feira, 9 de março de 2015

Quero recortar pensamentos, como se fossem nuvens que esvoaçam sem destino, retirar pequenos fragmentos, arredondar as frases, afagar os momentos.

Quero pintar os movimentos, como se fossem rodas soltas no ar, esvoaçam as cores, frescas, distantes, as cores do meu pensar.

Quero beijar as palavras, como se de pétalas se tratassem, palavras simples e suaves, que toquem na maciez do coração que ri, despir o teu corpo das palavras que não usarás, porque não farão falta para amar.

Quero recortar pensamentos, enchê-los de momentos, afagá-los com nuvens de algodão doce, como doces são os beijos que conseguem calar as palavras para as beijar em silêncio.

Pe  n sa  me  n  to  …… recortado…..


(Cris Anvago)