quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Dança a língua no corpo
Aquecido pelo sol escaldante
Sal de mar que o inunda
Mel de rosmaninho que o adoça
Energia na praia do quarto
Mundo iluminado...colorido...
Melodia de corpos escaldantes
Gemidos que se calam
Absorvem-se odores
Saboreiam-se pedacinhos de amor...

Navega-se em ondas rebeldes
Descansa a pele em águas calmas
Murmura-se palavras
Voz quente
Corpo ardente
Dança a língua no corpo...
(Cris Anvago)